Como lidar com uma criança que não gosta de esporte

2019-06-06 Off Por Rafael Souza

A atividade física é essencial para a saúde física e mental. No entanto, para colher todos os benefícios, deve estar no prazer. Então, e se o filho dele não gosta de esportes? Acima de tudo, é necessário descobrir qual é a base da sua recusa. A criança já teve uma experiência ruim? A atividade escolhida é apropriada à sua personalidade? A solução não é a mesma para todos.

Por que algumas crianças não gostam de esportes?

Algumas crianças são naturalmente mais atléticas do que outras. No entanto, todos podem encontrar uma atividade que lhe agrade. Se o seu filho está relutante em praticar esportes, tente descobrir a causa dessa falta de entusiasmo.

Como lidar com uma criança que não gosta de esporte

O ambiente é muito competitivo?

Pode ser que a criança se sinta obrigada a ser a melhor, ganhe ou sinta angústia com a performance que se espera dele. Essa pressão pode vir de seus pais, mas também de seu grupo ou do técnico de sua equipe esportiva.

Ele tem medo de rejeição?

Se ele se sentir incompetente no esporte que pratica, ele pode perder a confiança em si mesmo e se sentir desvalorizado. Este pode ser o caso, por exemplo, se ele é sempre o último escolhido em uma equipe esportiva.

Ele precisa de mais apoio?

A criança pode precisar da atenção e incentivo de seus pais para confiar nele.
A atividade escolhida é apropriada ao temperamento e habilidades da criança?
Dependendo de sua personalidade e habilidades, a criança pode se sentir mais confortável em um esporte de equipe (hóquei, beisebol, basquete, futebol) ou em um esporte individual ( ioga , esgrima, judô, karatê, bicicleta). Ele pode preferir atividades breves, mas intensas (por exemplo, corridas de revezamento ou sprints) ou esportes de resistência (natação, jogging de curta distância ou esqui cross-country).

O nível de dificuldade da atividade é apropriado?

Para ser estimulado, uma criança precisa de um desafio no seu auge. Se o desafio for muito fácil ou, inversamente, muito difícil, ele perderá sua motivação.

Como incentivar uma criança a se mover?

O esporte fortalece partes importantes do corpo (coração, pulmões, ossos), reduz o risco de doenças e melhora o humor. Portanto, é importante que seu filho se acostume a ser ativo desde cedo.

Se você quer encorajar seu filho a se mexer, lembre-se de que ele deve se divertir. Ofereça-lhe algumas atividades, mas deixe que ele escolha a que ele prefere. Também incorpore o exercício na rotina diária. Permitir que ele experimente esportes diferentes também é uma boa maneira de descobrir quais são seus gostos.

Escolha atividades voltadas para a idade e a personalidade do seu filho. Se alguns gostam de esportes de luta, outros preferem correr ou jogos de bola. Se seu filho não gosta de um esporte, não insista. Com a ajuda dele, encontre outra atividade que seja mais adequada para ele.

Faça atividades físicas com ele pelo prazer de ter um bom tempo juntos e fazê-lo se mover.
Dê mais importância à cooperação do que à concorrência.
Ajude seu filho a domar o fracasso. Lembre-o de que o esporte é acima de tudo um jogo.
Limite as horas permitidas para televisão e videogames. Dê tempo ao seu filho para brincar ao ar livre e praticar esportes.

Incentive seu filho a participar das tarefas do lar e integrar a atividade em sua vida diária. Por exemplo, peça-lhes que carreguem sacolas leves, ajudem na arrumação, caminhem com você para a escola ou subam as escadas.
Dê o exemplo. Se você participar de atividades esportivas, seu filho provavelmente vai querer fazer o que você faz.

A evolução da criança a partir dos 5 anos

A partir dos 5 anos, se ela se move regularmente, a criança deve dominar as habilidades básicas como correr, arremessar, pegar, saltar. Posteriormente, seu crescimento e evolução continuarão a crescer.

Entre 6 e 9 anos, seu equilíbrio melhora. A criança começa a adquirir habilidades mais difíceis, como lançar mais. É melhor avaliar a velocidade dos objetos, mas ainda não a direção de sua trajetória. Também é difícil para ele avaliar vários detalhes de uma vez para tomar uma decisão rapidamente. Como sua atenção permanece curta, as instruções devem ser breves e as regras flexíveis.

Além disso, é importante que uma criança pratique uma ampla variedade de atividades físicas. Isso permitirá que ele desenvolva uma base sólida para todas as habilidades motoras, como equilíbrio, arremesso, captura, salto, natação e corrida. Estudos têm mostrado que crianças que se especializam em uma idade muito jovem em um esporte são menos bem sucedidas do que outras em crescer porque elas não desenvolvem todas as suas habilidades motoras.