Como usar o repelente de insetos durante a gravidez

2019-01-18 Off Por Rafael Souza

Descubra qual a forma correta de usar com total segurança o repelente de insetos, e também outros métodos seguros para te proteger contra picadas de mosquito, quando você está esperando seu filhote ?.

Se você está grávida e querendo aprender como você pode proteger de forma seguro você e seu bebê contra picadas de mosquito, a resposta é muito simples: repelente de insetos naturais. Não só é seguro usar certos tipos de sprays de acordo com as instruções presentes nos rótulo do produto, mas também é uma maneira eficaz de se proteger contra o Zika e outras terríveis  doenças transmitidas por mosquitos. Aqui estão todas as informações necessárias de como se proteger das picadas de mosquito e, incluindo, do zika.

Como usar o repelente de insetos durante a gravidez

O que atrai mosquitos para mulheres grávidas?

Se os mosquitos parecem te perseguir agora mais do que nunca, não é apenas coisa da sua cabeça: os cientistas já indicaram que as mulheres, durante a gravidez, atraem duas vezes mais mosquitos do que as mulheres não grávidas. Os estudiosos acham que pode ser porque os insetos prefiram o dióxido de carbono, e as mulheres grávidas sempre  respiram com mais frequência do que o comum, exalando até 21% a mais de ar – soltando assim quantidades extras do gás, que atraem mais insetos.

Outra motivo pela qual os mosquitos vão sempre em busca de gestantes? Eles buscam sempre fontes de calor, e as mães grávidas sempre possuem temperaturas corporais mais elevada do que outras mulheres, o que ocorre com toda aquela produção de bebês. A elevação do calor do corpo faz com que as mulheres grávidas soltem mais substâncias voláteis de sua pele, o que facilita a localização (e também a picada ?) dos mosquitos.

Zika e outras doenças transmitidas por mosquitos

Por sorte, na maior parte do tempo, toda essa perseguição dos mosquitos pode resultar em apenas um pouco de coceira. Mas quando algumas doenças transmitidas por mosquitos podem aparecer, as picadas podem trazer doenças que podem ser perigosas para você e seu bebê.

Em alguns países (como o Brasil), os mosquitos podem levar a várias doenças, incluindo os vírus chikungunya, dengue e zika. Até o momento, os vírus chikungunya e dengue foram encontrados principalmente em países da África, Ásia, Europa e dos Oceanos Índico e também do Pacífico.

E tem havido surtos do vírus Zika também em todo o mundo, incluindo América do Sul, América Central, México, Porto Rico, partes do Caribe, África e Estados Unidos.

As picadas de mosquito são mais perigosas durante a gravidez?

Podem ser sim. O CDC já confirmou que, quando o zika vírus atinge uma mulher grávida, pode causar um caso grave de microcefalia em seus bebês, que é um raro defeito de nascença que resulta em bebês nascendo com cabeças pequenas, o que pode causa atrasos no desenvolvimento por toda a vida. Em um pequeno número de casos documentados, os bebês nascidos sem sinais de microcefalia o desenvolvam mais tarde, à medida que crescem.

Por essa razão, o governo sempre deve procurar alertar as mulheres para adiar planos de viagem para regiões que já foram afetadas pelo zika.

É seguro usar repelente de mosquitos ou repelente enquanto estiver grávida?

Na grande maioria dos casos, SIM. A melhor maneira de evitar picadas de mosquitos e as doenças que elas podem levar- especialmente se você estiver em uma região já com casos – é usando sempre um repelente de insetos. Se você mora ou mesmo planeja viajar para uma área onde os mosquitos já foram presentes, e especialmente se eles ainda estão presentes, é essencial seguir as devidas precauções, e ainda mais se você estiver grávida. Escolha um spray de mosquito conhecido. Todos os itens a seguir são considerados seguros para a grande maioria de mulheres grávidas e lactantes:

  • DEET, o tipo mais eficaz de spray contra mosquitos;
  • Picaridina, uma alternativa bastante comum ao DEET, conhecida como KBR 3023 e icaridina fora do Brasil;
  • IR3535;
  • Óleo de eucalipto (OLE) de limão ou para-mentano-diol (PMD);
  • 2-undecanona;

Além de aplicar spray em toda a pele que possa ficar exposta, você também pode borrifar sua roupa com um pouco de permetrina para proteção adicional.

Os repelentes considerados”naturais”, com formas purificadas de plantas, como citronela e cedro, podem também ajudar a evitar insetos. No entanto, o governo observa que os especialistas não têm certeza da sua eficácia, nem foram comprovados por pesquisas, portanto você não deve confiar somente neles em áreas de alto risco.

Dicas para usar repelente de insetos e protetor solar juntos

Se você for sair no sol, prefira não usar os produtos que combinam filtro solar e repelente, pois eles geralmente não são tão eficazes quanto quando usados ​​de maneira separada. No seu lugar, passe protetor solar sempre antes do repelente, e lembre-se de que talvez seja necessário passar novamente o filtro solar (o FPS costuma diminuir quando são usados ​​repelentes de insetos contendo DEET).

Como evitar picadas de mosquito

Se você mora em uma área com histórico de mosquitos (e especialmente se essa área ainda é atualmente atingida por um vírus transmitido por mosquitos como o Zika), proteja-se das picadas de mosquito tomando algumas simples medidas:

Permaneça dentro de casas durante as horas que o mosquito costuma atacar mais, que vai do anoitecer ao amanhecer, o máximo possível. Mas saiba que mosquitos portadores de chikungunya, dengue e zika costumam atacar mais durante o dia.

Procure usar mais roupas de proteção, incluindo camisas mangas compridas, calças e meias. Dê uma atenção também a áreas como os tornozelos e a parte de trás do pescoço, pois estudos indicam que certos mosquitos podem achar essas partes do corpo e é menos provável que você a sinta.
Prefira por roupas e acessórios que contenham permetrina (como botas, calças e meias ) quando possível. Você pode também pulverizar o o produto diretamente nas suas peças de roupa, conforme as instruções do rótulo (não use a permetrina diretamente na pele). Além disso, você sempre deve:

  • Usar repelente de insetos na pele exposta.
  • Dormir em quartos com tela ou ar-condicionado.
  • Acompanhar os alertas de viagens do CDC e siga todas as recomendações.

Ah, você é mãe de primeira viagem?

Estou promovendo um Guia Prático para Mamães de Primeira Viagem, que são 4 livros digitais que vão orientar de forma prática e correta como você deve se preparar para a chegada do seu bebê. É um passo a passo do que você vai precisar saber antes e após a chegada do seu neném. Direcionado para mães de primeira viagem, o curso tem como objetivo promover segurança no cuidado com o recém-nascido , além de abordar aspectos do crescimento e desenvolvimento infantil nos primeiros anos de vida. Mais informações, entre aqui.