Deficiência Física Durante a Gravidez – Quais os Riscos?

2019-01-30 Off Por Rafael Souza

Se você está fisicamente incapacitado ou mesmo se tem uma condição permanente e descobriu que está grávida, certamente deve estar muito preocupada, e imaginando  sobre como sua condição pode afetar sua gravidez, e ainda se sua gravidez pode piorar sua condição limitante. ?

Ser portador de deficiência física quase sempre não diminui suas chances de engravidar, ou mesmo de gerar e entregar um bebê no parto. Mas dependendo da situação da sua deficiência, pode acontecer algumas complicações mais graves. Mas não se preocupe, hoje em dia, muitas mulheres, que possuem deficiências físicas permanentes ou temporárias, conseguem ter gravidezes completamente saudáveis.

Deficiência Física Durante a Gravidez - Quais os Riscos?

Escolhendo um profissional para o seu pré-natal quando você tem uma deficiência física

Sua gravidez, se você tiver uma deficiência física, não é automaticamente descrita como de alto risco. Alguns médicos, contudo, preferem indicar um obstetra ou especialista em medicina fetal materna que tenham uma maior experiência no tratamento de mulheres que possuem as mesmas deficiências que você.

Pode parecer um pouco fora da sua realidade, mas um número crescente de hospitais já possuem programas especiais para proporcionar às mulheres com deficiência física melhores cuidados. Alguns consultórios mais modernos também estão se preparando para tornar seus atendimentos mais acessíveis às futuras mães que possuem deficiências físicas, como adaptando as escalas a cadeiras de rodas e também adaptando salas para que os exames fiquem concentrados em poucos lugares.

Se você não tiver disposição de um centro com essa facilidade, você precisará de um médico que seja capaz de atender na sua casa.

Gerenciando uma gravidez com uma deficiência física

Determinar quais medidas extras exatas serão necessárias para conseguir ter uma gravidez bem sucedida irá depender de sua condição específica. Procurar adotar hábitos saudáveis também durante toda a gravidez irá facilitar a ter uma gravidez mais confortável e segura possível.

Tente manter seu ganho de peso dentro do intervalo recomendado, pois isso ajudará a minimizar o estresse em seu corpo. Comer a melhor dieta possível irá melhorar o seu bem-estar físico geral e diminuir a probabilidade de complicações na gravidez .

Seguir uma rotina de exercícios saudável, que seja leve, ajudará a manter sua força e mobilidade, quando o parto chegar. A realização de alguma fisioterapia dentro da água é comprovadamente uma forma benéfica, e também segura, de realizar exercícios, sendo assim, procure com seu médico uma referência perto de você.

Há riscos adicionais para minha gravidez ou bebê se eu tiver uma deficiência física?

É importante notar que, embora a gravidez possa ser mais difícil em comparação com outras mulheres grávidas, ela não causa estresse para seu bebê. Saiba também que não existem evidências que comprovem um aumento nas anomalias fetais entre bebês nascidos de mulheres que possuem lesão medular (ou de pessoas com outras deficiências físicas no geral, seja relacionadas a doenças hereditárias ou mesmo sistêmicas).

Futuras mães com certas deficiências físicas também correm o risco elevado de alguns sintomas a mais e também complicações, no entanto. As mulheres grávidas, que possuem lesões na medula espinhal, por exemplo, geralmente são mais suscetíveis a infecções do trato urinário (ITUs) e infecções renais.

Também pode ocorrer um risco maior de complicações respiratórias em potencial (e até de pneumonia), conforme o seu útero cresce e pressiona o diafragma, e da disreflexia autonômica, que é um início súbito de pressão arterial excessivamente alta.

Outros problemas que são mais corriqueiros incluem a anemia (nesse caso, apenas tomar um suplemento de ferro pode prevenir, portanto, verifique com seu médico se você deve começar o uso), o aparecimento de úlceras de pele (se puder, tente diminuir o risco evitando permanecer na mesma posição por muito tempo), um ligeiro aumento da dor nas costas e também desconforto, além de um maior risco de varizes, o que pode levar a casos de trombose venosa profunda (coágulos sanguíneos que se formam nas pernas).

O parto também pode necessitar de cuidados especiais, embora na maioria dos casos um parto vaginal seja realmente possível. As contrações uterinas podem não trazer dor para as mamães que possuem certas lesões na medula espinhal , então você deve ser instruída a prestar atenção a outros sinais de trabalho de parto comuns, como um pequeno sangramento ou a quebra da sua bolsa de água. Você também pode receber a orientação de sentir seu útero frequentemente, para ver se as contrações iniciaram.

Além disso, antes mesmo da data prevista para o parto, você deve ter em mente um plano para  conseguir chegar ao hospital, e ainda considerar que no momento do começo do trabalho de parto, você pode estar sozinha ainda. Você pode deve sempre procurar ir até o hospital logo no início do trabalho de parto, para diminuir as chances de qualquer problema causado por atrasos no percurso, por exemplo. Você também deve, se possível, avisar alguém da equipe do hospital, para ela já ficar preparada para suas necessidades adicionais.

O que devo esperar depois de o bebê nascer se eu tiver deficiência física?

Paternidade e também a maternidade é sempre um desafio, principalmente nas primeiras semanas, e claro, ter uma deficiência física trará ainda mais dificuldade para você e seu parceiro, se você tiver um. Conseguir realizar um bom planejamento, o mais cedo possível, ajudará você a passar por mais esse desafio com sucesso.

Na montagem do seu plano, há alguns pontos que são importantes você se ater. Aqui está uma pequena lista de coisas a sempre considerar com antecedência se você puder:

  • Já comece a providenciar as mudanças necessárias em sua casa, antes mesmo que seu bebê chegue, para acomodar com conforto suas necessidades específicas de cuidados infantis.
  • Certifique-se de ter alguém para ajudar (sendo paga ou não), pelo menos no começo dos cuidados.
  • Tente amamentar o máximo de tempo que conseguir, o que geralmente é possível e também irá tornar a sua vida menos atarefada – não se acostume a correr para a cozinha para preparar mamadeiras e nem usar fórmulas infantis.
  • Procure manter uma rotina para comprar suas fraldas, e outros suprimentos de bebê, o que também irá poupar tempo e esforço.
  • O trocador de fraldas já deve ter sido adaptado a partir da sua condição, como a cadeira de rodas, por exemplo.
  • O berço deve ter um lado que você consiga ter acesso, para que você possa colocar e tirar o bebê com facilidade.
  • A banheira do bebê deve ser colocada sempre em um local que seja fácil acesso para sua condição, se você for a responsável por dar banho do bebê. Banheiras de hidromassagem podem ser usadas no lugar.
  • Existem já opções de bolsas para carregar seu bebê com segurança, para assim conseguir deixar as mãos livres.

Apesar de estar grávida e ter uma deficiência física temporária ou permanente, ser mãe é sempre uma dificuldade, e você pode ser considerada uma vencedora. E sua recompensa é aquele lindo bebê, que saberá que você fez de tudo para conseguir lhe dar a vida ?.

 

Ah, sabia que existe um Grávida Sempre FIT – Dicas de Nutrição e Fitness Revelado!?

Dicas de nutrição durante a gravidez e como ficar na melhor forma após os partos, todos os passos explicados dividido em 3 trimestres. Alimentos, exercícios antes, durante e pós o nascimento do bebê. Para ter acesso, entre aqui.

 

Fonte 01

Fonte 01

Fonte 01

Fonte 01