Doença falciforme durante a gravidez – Como lidar

2019-01-25 Off Por Rafael Souza

Se você tem descobriu recentemente a doença ou pensa em engravidar, provavelmente está se perguntando se a sua doença falciforme irá prejudicar sua gravidez, ou mesmo se a sua gravidez pode piorar sua condição. 

Graças a todos os grandes avanços da medicina, a grande parte das mulheres que possuem a doença falciforme – mesmo aquelas que possuem complicações cardíacas ou renais – podem conseguir ter uma gravidez e um parto saudáveis . Mas aqueles que sofrem com essa doença estão mais propensas a sofrerem complicações de saúde durante toda a gravidez, e quase sempre, sua gravidez provavelmente será classificada como de alto risco .

Doença falciforme durante a gravidez - Como lidar

A doença falciforme é conhecida uma doença hereditária em que o organismo fabrica apenas glóbulos vermelhos anormais com formato de foice ou em forma de C, em vez terem a aparência redonda.

Como a gravidez afeta a doença falciforme?

As futuras mães que possuem a doença falciforme sempre estão mais propensas a apresentar anemia, e também a apresentar  episódios dolorosos durante a gravidez do que em outros momentos.

Um episódio doloroso, também chamado de crise falciforme, ocorre quando células sanguíneas disformes travam os pequenos vasos sanguíneos que levam o sangue para os ossos. Você pode notar uma dor latejante ou aguda em todas suas costas, nas pernas, nos braços, no peito ou também no estômago. Uma crise falciforme pode ter a duração de várias horas a vários dias, e poderá variar de gravidade entre as pessoas, e também de crise para crise.

Os médicos ainda não identificaram exatamente o motivo, mas o estresse físico trazido pela gravidez parece elevar a chance de episódios dolorosos, principalmente no final da gravidez. Pelo menos metade das mulheres grávidas, que possuem a doença falciforme, sentirão pelo menos um episódio doloroso durante seus nove meses.

Se você sofre de doença falciforme, quase certamente terá também outros problemas de saúde na fase da gravidez, incluindo infecções do trato urinário e também problemas de visão .

Como a doença falciforme afeta a gravidez?

Com a doença falciforme, você terá um risco maior de certas complicações na gravidez, incluindo aborto espontâneo, parto prematuro e ter um bebê com baixo peso ao nascer.

Hipertensão arterial e pré – eclâmpsia – que são complicações potencialmente perigosa da gravidez, marcadas pelo início súbito da pressão alta – também são sinais comuns em mulheres com doença falciforme.

Em se tratando do parto, você é um as mães que sofrem dessa condição possuem mais chance de terem que fazer uma cesariana. Isso se deve ao aumento da taxa de complicações na gravidez em mulheres com doença falciforme.

Eu precisarei de tratamento especial durante a gravidez?

Em alguns casos, as mulheres com doença falciforme terão muito ferro armazenado no sangue – mesmo quando estão classificadas como anêmicas. Se esse é o seu caso, seu médico pode indicar uma vitamina pré – natal que não tenha ferro.

Você pode precisar receber uma ou mais transfusões de sangue, em alguns momentos chaves da gravidez. Alguns especialistas apontam que as transfusões de sangue profiláticas podem diminuir os episódios dolorosos e também as complicações pulmonares em mulheres que possuem a doença falciforme, embora ainda não haja evidências comprovadas suficientes para dizer que isso ocorre em todos os casos.

Seus exames de pré-natal deverão ser feitos em menores intervalos de tempo do que as outras futuras mamães. Você pode receber a sugestão de se reunir com seu médico a cada duas ou três semanas, por todo o segundo trimestre, e também toda semana durante o terceiro trimestre . Além da rotina de acompanhamento pré-natal normal, seu médico pode indicar exames de sangue extras para se adiantar a qualquer possível complicação que possa acontecer.

Se você faz o uso de medicamentos para sua doença, não deixe de falar com seu médico se você pode continuar com esse tratamento. Nem todos os medicamentos voltados para a doença falciforme são considerados seguros durante a gravidez. Para citar um, seu médico pode indicar que você interrompa o uso de hidroxiureia, um medicamento que ajuda a evitar que os glóbulos vermelhos sejam danificados (transformando-se em uma forma de C). Estudos em animais já indicaram que a hidroxiureia pode ajudar a elevar o risco de certos defeitos congênitos, porém os médicos ainda não tenham achados evidências disso em bebês humanos.

Você também pode necessitar adicionar uma medicação no seu tratamento. As mulheres que possuem a doença falciforme sempre devem receber uma prescrição de baixa dose de aspirina depois do primeiro trimestre . Isso ajudará a abaixar o risco de coágulos sanguíneos – que acontecem mais em mulheres que possuem a doença falciforme.

Meu bebê herdará a doença falciforme?

A doença falciforme é uma condição genética, sendo assim, seu bebê poderá herdá-la. O risco disso acontecer também dependerá se o seu parceiro também carrega o gene. O pai do bebê deve ser examinado para o traço no começo de sua gravidez. Se ele não carrega a característica, seu filho possivelmente não terá doença falciforme.

Se for comprovado um portador de anemia falciforme, o teste pré-natal pode ajudar a analisar se seu bebê está sendo afetado. Um especialista genético pode ajudá-lo a entender o risco.

É sempre importante estar em contato próximo e frequente com seu médico, e discutir as melhores forma de controlar sua condição durante a gravidez e falar também sobre as preocupações que você possa ter durante essa fase da vida. Com supervisão médica correta e cuidados especializados, você pode sim ter uma gravidez saudável e bebê, mesmo se você tiver doença falciforme.

Ah, sabia que a prátia de Yoga para Grávidas para ajudar também?

Assista a um pacote de vídeo aulas criado especialmente para grávidas. Melhora a saúde, ameniza os desconfortos e traz melhor conexão entre mamãe e bebê durante a gestação. Aulas estão compostas de meditações guiadas, posturas de Yoga e exercícios de relaxamento pensadas para esse período tão especial. Para ter acesso, entre aqui.

 

Fonte 01

Fonte 01

Fonte 01