Massagem Pré-natal – Quais os benefícios?

2019-01-18 Off Por Rafael Souza

Não há nada como uma massagem relaxante em todos os momentos na vida, e ainda mais na gravidez! Indicada para afastar as dores e tensões da gravidez, vamos ler mais a respeito.

Qualquer pessoa que já tenha recebido uma relaxante massagem profissional sabe que acontece depois – uma sensação de relaxamento sem igual – e o mesmo vale para a massagem pré-natal, que pode ser magnifica e mega relaxante, principalmente quando o peso extra e as mudanças de postura que essa nova vida provocam começam a pesar. Leia mais no nosso artigo tudo o que precisa para se beneficiar (alias, se você não merece, quem merece?).

Massagem Pré-natal - Quais os benefícios?

 

Massagens durante a gravidez são seguras?

Massagens para mulheres grávidas são quase sempre geralmente consideradas seguras pelos médicos, mesmo após o primeiro trimestre, e é claro que você deve informar ao profissional QUALIFICADO que você está  grávida (caso ele não perceba). Segunda a maioria dos relatos que recebo, a massagem durante os primeiros três meses de gravidez podem não ser tão prazerosas assim, pois podem levar a casos leves de tonturas e também aumentar a os enjoos da manhã .

Embora você possa ter medo ainda, não existe nenhuma região do seu corpo que vá atrapalhar sua gestação assim que for tocada acidentalmente – embora uma grande a pressão direta na área entre o tornozelo e o calcanhar pode levar a desencadear contrações que causam dor, e por isso devem ser evitada. Informe também ao seu massagista que pule a área do abdome, área em que o toque mais forte pode não ser muito relaxante.

Se você já estiver na segunda parte da gravidez (após o quarto mês, ou 49ª semana), procure não ficar deitada de costas durante toda a massagem; O peso do bebê juntamente com o do útero pode comprimir os vasos sanguíneos, e assim atrapalhar a circulação na placenta, causando mais problemas do que alivio com a massagem.

Lembre-se: enquanto qualquer massoterapeuta (qualificado) pode e deve, teoricamente, trabalhar com mulheres grávidas, é altamente recomendado optar por especialista na área, que tenha um mínimo de 16 horas de treinamento avançado em massagem materna. (Em muitas cidades do Brasil, não há certificação específica, porém, você deve sempre antes questionar sobre sua experiência na área.) Assim, você pode ter certeza de que está nas mãos de alguém habilitado, que saberá como eliminar qualquer dor e pressão relacionadas à alteração da anatomia que ocorre durante a gravidez.

Também é importante conversar com seu médico antes mesmo de receber uma massagem pré-natal – principalmente se você tem condições de saúde como diabetes, enjoo matinal, pré-eclâmpsia, pressão alta, febre, um vírus contagioso, dor abdominal ou mesmo se já teve algum sangramento – pois são complicações que podem tornar a massagem durante a gravidez arriscada.

Benefícios da massagem pré-natal

Pesquisas já indicaram que a massagem pode diminuir os hormônios do estresse em todo seu corpo, e também a relaxar e soltar seus músculos. Também pode acelerar o fluxo sanguíneo, que é muito importante quando você está grávida, e ainda mantem seu sistema linfático trabalhando com a máxima eficiência, soltando as toxinas do seu corpo. E ajuda a conectar sua mente com seu corpo, uma ligação que é reconfortante se você às vezes se questionar se há um bebê ali, ou se talvez um E.T. se escondeu dentro de você.

Na gravidez, as massagens pré-natais feitas de formas frequentes podem não só ajudá-lo a te deixar mais relaxada, mas também podem diminuir a insônia, a dorzinha chata nas articulações, a dor no pescoço e também a dor nas costas, além de cãibras nas pernas e ciática. Também, pode diminuir o inchaço presente nas mãos e nos pés (desde que o inchaço não seja causado por um problema de de pré-eclâmpsia), aliviar a dor do túnel do carpo e diminuir as dores de cabeça e congestão sinusal – infelizmente, tudo isso pode ocorrer durante toda a gravidez. A Massagem também pode aliviar os casos de depressão sem recorrer ao uso de medicação, de acordo com alguns estudos científicos já divulgados.

Como a massagem pré-natal se difere da massagem regular

Massagens pré-natais podem ser alterarem ainda mais, para respeitarem as mudanças anatômicas que você enfrenta durante a gravidez. Em uma massagem comum, você pode passar até metade do tempo com a barriga para baixo (  se você estiver grávida, irá causar desconfortável com a barriga do bebê) e metade do tempo com a barriga para cima (uma posição que aumenta a pressão de um grande vaso sanguíneo que pode bloquear o fluxo sanguíneo do seu bebê, e também deixar você com mais náuseas).

Conforme o tempo que sua forma e postura mudarem, um massoterapeuta qualificado fará as adaptações necessárias com sistemas de amortecimento especiais ou furos que te farão deitar com mais segurança, ao mesmo tempo que deixa um espaço para a barriga e os seios em crescimento. Ou você pode também deitar de lado com o apoio de travesseiros e almofadas.

Durante a massagem, não espere um trabalho de tecido profundo mais forte nas pernas durante uma massagem pré-natal: procure dar a preferência apenas para a pressão suave, que é mais segura (e pode parecer muito mais relaxante também!), As mulheres grávidas são especialmente suscetíveis a problemas de coágulos sanguíneos, que o trabalho de massagem profunda pode incentivar. Se os coágulos atingirem o seu cérebro ou coração, isso pode trazer perigo para você (e também para seu bebê).

Em algumas outras partes do corpo, a pressão pode ser um pouco mais firme e profunda, ou também suave como você gostaria. Sempre fale com seu terapeuta sobre o que é bom – e se algo começa a parecer incomodo.

Quanto custam as massagens pré-natais?

A maioria dos planos de seguro não cobre esse tipo de massagem especial, mas alguns poucos podem oferecer descontos – uma coisa boa, considerando o alto custo de uma sessão de massagem pré-natal pode chegar, algo em torno de R$ 160 e R$ 200, para uma sessão de massagem de 30 a 60 minutos.

Como receber (ou fazer) uma massagem pré-natal em casa

Caso prefira fazer em casa, peça ao seu parceiro para adotar essas simples dicas para uma massagem pré -natal em casa:

Esfregue o pé de forma delicada. Usando uma loção para movimentos mais leves, seu parceiro pode inciar passando na parte superior do pé com uma leve pressão, levando os dedos dos pés até o tornozelo e começando pequenos círculos ao redor do tornozelo. Após, faça-o usar os dois polegares para fazer desenhar pequenos círculos na sola do pé, bem abaixo de todos os dedos.

No calcanhar, ele pode mover um polegar para baixo enquanto o outro polegar se move para cima e continuar alternando. Ele também pode puxar suavemente cada dedo e usar o dedo indicador ou o polegar para esfregar entre eles. Lembre o seu parceiro para evitar pressão direta na área entre o tornozelo e o calcanhar para não provocar contrações.

Massagem leve nas costas. Sente-se ou deite-se de lado, peça ao seu parceiro que use ambas as mãos para acariciar as costas, usando uma loção para ajudar as mãos a deslizarem. Ele deve se concentrar nos músculos de cada lado da coluna e pode fazer a transição para amassar os músculos com os polegares ou a base da mão, movendo-se para cima e para baixo.

Esfregue o ombro. Com a base da mão ou as almofadas das pontas dos dedos, aplique uma leve pressão em um lado do pescoço e deslize entre o topo do ombro e a base do crânio. Repita no lado oposto.

Massagem no couro cabeludo. Fazendo um movimento da base do crânio até a primeira linha do cabelo, use as duas mãos e use os dedos para aplicar uma leve pressão em todo o couro cabeludo, fazendo círculos com as mãos juntas ou separadas. Adicione ao movimento um carinho suave no rosto, que pode ser incrivelmente relaxante.

Barriga. Não massageie nunca! Em vez disso, passe suavemente com óleo de vitamina E para trazer um efeito calmante, que também pode ajudar a aliviar as estrias.
E quando o seu parceiro não está por perto? Experimente o yoga pré-natal : O alongamento e a respiração também podem ajudá-la a diminuir o estresse, e descontrair com facilidade!

Ah, uma ótima opção também é a Yoga para Grávidas ? ?. Não conhece?

É um acote de vídeo aulas criado especialmente para grávidas. Melhora a saúde, ameniza os desconfortos e traz melhor conexão entre mamãe e bebê durante a gestação. Aulas estão compostas de meditações guiadas, posturas de Yoga e exercícios de relaxamento pensadas para esse período tão especial. Para assistir, clique aqui.