Qual a importância da vitamina K durante a gravidez

2019-02-01 Off Por Rafael Souza

Você sabia que vitamina K é especialmente importante durante a gravidez, e vamos citar os principais pontos que você deve rever, como o quanto você deve consumir e as melhores fontes para incluir na sua dieta diária.

O que é: A vitamina K é uma vitamina lipossolúvel que auxilia o corpo a gerar as proteínas usadas nos ossos saudáveis ​​e na coagulação sanguínea eficiente. A vitamina K atua junto com vitamina D para se certificar que o cálcio consiga seguir o caminho até os ossos, para assim ajudá-los a se desenvolver adequadamente.

Qual a importância da vitamina K durante a gravidez

Por que você precisa de vitamina K durante a gravidez: Como a vitamina K tem uma grande participação na produção do coágulo de sangue, ajuda a evitar a perda de sangue após a lesão e, consequentemente, na hora do parto. Como normalmente todos os bebês chegam ao mundo com baixos níveis de K, uma única vacina com cerca de 0,5 a 1 miligrama é injetada em uma de suas pernas quase sempre nas primeiras seis horas do nascimento e mais uma antes dele sair do hospital.

Quanto você precisa diariamente de vitamina k durante a gravidez: Não há dose diária recomendada indicada (RDA) para de vitamina K durante a gravidez, mas a ingestão adequada sugerida no geral para mulheres é de 90 mcg. Na maioria dos casos não é preciso o uso de suplementos. O excesso traz perigoso, mas não se preocupe: você não poderá ter uma overdose de vitamina K apenas com a ingestão de comida.

As melhores fontes de vitamina K durante a gravidez incluem a couve, acelga, espinafre, repolho, couve-flor, fígado bovino, ovos, brócolis, abacate e também banana.

Ah, você sabia que existe um curso chamado BEBÊ BEM NUTRIDO: introdução alimentar saudável?

 

No curso Bebê Bem Nutrido, a Nutricionista Jenifer Knabben ajuda as mamães a solucionarem uma de suas principais dúvidas: o que servir para o bebê quando ele começa a comer? Esta fase, chamada de introdução alimentar, é de grande importância pois é durante essa fase que os hábitos alimentares da criança serão estabelecidos – e que ela levará por toda sua vida. Através de sua experiência como nutricionista e também como mãe, Jenifer apresenta a técnica mais adequada para quando e como começar a introdução alimentar, quais utensílios utilizar, o que e quanto servir em cada uma das fases – dos 6 aos 12 meses. Além das vídeo-aulas, o curso contém 3 e-books exclusivos como BÔNUS: 1. BEBÊ BEM NUTRIDO Volume 1: o passo-a-passo para uma Introdução Alimentar saudável e feliz. 2. BEBÊ BEM NUTRIDO Volume 2: 21 receitas dos 6 aos 12 meses. 3. BEBÊ BEM NUTRIDO Volume 3: o cardápio semanal para a Introdução Alimentar planejada. Aproveite esta oportunidade e matricule-se já!

 

Fonte 01

Fonte 01